quinta-feira, junho 02, 2005

Circo

Resgatei a magia do circo da minha infância. Ontem, ao entrar na tenda, quando senti a música, as cores, o cheiro a terra e o barulho das crianças, fui pequena outra vez.
Oito, nove, dez anos, de volta a Faro, vi-me a entrar na Feira de S. João e a reviver a descoberta de cada espectáculo circense. Lembro-me de morrer de inveja da vida emocionante dos meninos do circo. Os mesmos que todos os anos partilhavam durante uma semana a minha sala de aula… Depois percebi que viver dias errantes pelo país, não deveria ser assim tão emocionante.

Mas ontem… o circo, o algodão doce, o sorriso das crianças, surgiram no fim do meu dia de forma terna e acolhedora. Gostei.
Gostei de ser só eu, ali sentada a sorrir de olhos brilhantes colados ao trapezista lá no alto da tenda. Nunca me diverti muito com os palhaços, se calhar um dia destes mudo de opinião (talvez quando me convidares para te ver ao vivo!), mas adorava os trapezistas que voavam no topo da multidão presa a cada movimento, ao som do rufar dos tambores. Ontem aconteceu.
Voei com os trapezistas, perdi-me de amores pelo encantador de cavalos, apaixonei-me pela ilusão do mágico de serviço.
Rico final de dia mundial da criança :)

5 Comments:

Blogger Sai um Fininho said...

Sinto que vais mudar de opinião em relação aos palhaços... quase que me atrevo a dizer que já o fizeste mesmo sem o veres...
Bjinhos do teu fã nr1

8:03 da tarde  
Blogger jota said...

Número 1 o caraças. :)

1:56 da manhã  
Blogger Sai um Fininho said...

Paga as cotas então :P

2:08 da tarde  
Blogger jota said...

não preciso. são oferecidas. ;-)

8:24 da tarde  
Blogger Sai um Fininho said...

pois... só podiam...
é este o país que temos... :P

8:38 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home